Rio No TeatroRio No TeatroRio No TeatroRio No TeatroRio No Teatro

Confira os vencedores do Prêmio Shell

Noite homenageia Bárbara Heliodora

 

A  24º  edição do Prêmio Shell foi realizada na noite da última terça-feira no Jockey Clube, na cidade do Rio de Janeiro. Na ocasião  Bárbara Heliodora foi homenageada pelos 54 anos de trabalho com crítica teatral.

 

O ator José Mayer  Indicado ao troféu de melhor ator por "Um Violinista no Telhado", perdeu o disputado prêmio para Charles Fricks, da peça "O Filho Eterno".  Outro favoritos também não levaram a concha: "Judy Garland - o fim do arco-iris",  teve indicações de melhor ator, para Gracindo Júnior, e de melhor atriz, para Cláudia Netto.  Quem ficou com a horaria foi Dani Barros, a protagonista de "Estamira - a beira do mundo". 

 

Quem levou o prêmio de melhor direção foi Christiane Jatahy o pelo espetáculo "Julia", uma adaptação do texto de Strindberg.

 

Com quatro indicações, "Crônica de uma Casa Assassinada" , saiu vencedor do prêmio de melhor figurino, comemoração de Gabriel Villela. Apesar de também ter tido quatro indicações, "Palácio do Fim", dirigido por José Wilker, não venceu nas categorias de direção, de atriz (Vera Holtz) e de figurino, mas levou a Concha Dourada de  melhor iluminação para Maneco Quinderé.

 

Fernanda Montenegro homenageou a crítica Bárbara Heliodora na oportunidade:  "Bárbara, você ama o teatro passionalmente. Diante dele, você nunca foi uma moça comportada. Já tive espetáculos desancados por você e hoje eu posso dizer que você estava certa!" Aos 88 anos e ainda em plena atividade, a maior autoridade brasileira em William Shakespeare declara estar feliz com o teatro nacional. "Finalmente o teatro brasileiro atinge o seu objetivo que é o de refletir sobre o mundo no qual ele é escrito."

 

Veja a lista completa dos indicados e dos premiados:

Ator
Charles Fricks, por "O Filho Eterno"
Gilberto Gawronski, por "Ato de Comunhão"
Gracindo Junior, por "Judy Garland - o fim do arco íris"
Rafael Primot, por "Inverno da Luz Vermelha"
José Mayer, por "O Violinista no Telhado".

 

Atriz
Dani Barros, por "Estamira - Beira do Mundo"
Claudia Netto, por "Judy Garland - o fim do arco-íris"
Vera Holtz, por "Palácio do Fim"
Débora Olivieri, por "Rosa"
Letícia Isnard, por "A estupidez"

 

Direção
Christiane Jatahy, por "Julia"
Inez Viana, por "Amor Confesso"
José Wilker, por "Palácio do Fim"
Daniel Herz, por "Adultério"
Gabriel Villela, por "Crônica da Casa Assassinada".

 

Autor
Felipe Rocha, por "Ninguém falou que seria fácil"
Eduardo Bakr, por "4 Faces do Amor"
Rodrigo Nogueira, por "Obituário Ideal"
Pedro Brício, por "Me Salve, Musical".

 

Música
Marcelo Castro, por "Um Violinista no Telhado"
Liliane Secco, por "4 faces do amor"
Warley Goulart, por "Não me diga Adeus"
André Aquino e João Bittencourt, por "R & J de Shakespeare, juventude interrompida"

 

Iluminação
Maneco Quinderé, por "Palácio do Fim"
Fernanda Mantovani, por "Breve Encontro"
Aurélio de Simoni, por "O Filho Eterno"
Domingos Quintiliano, por "Crônica da Casa Assassinada"

 

Figurino
Gabriel Villela, por "Crônica da Casa Assassinada"
Beth Filipecki e Renaldo Machado, por "Palácio do Fim"
Marcelo Pies, por "Judy Garland - o fim do arco íris"
Flávio Graff, por "Outside: um musical noir"

 

Cenário
Fernando Mello da Costa, por "Um coração: Fraco"
Daniela Thomas, por "Inverno da Luz Vermelha"
Marcelo Lipiani, por "Julia"
Marcelo Lipiani e Lídia Kosoviski, por "Cozinha e Dependências - um dia como os outros"
Márcio Vinícius, por "Crônica da Casa Assassinada"

 

Categoria Especial
 

Teatro Tablado, pelos 60 anos de atividade; e Marcia Rubin, pela direção de movimento dos espetáculos "Escola do Escândalo", "O Filho Eterno", "A Lua vem da Ásia" e "Outside: um musical noir"


Christiane Jatahy, pela adaptação do clássico "Senhorita Julia", de Strindberg, para o espetáculo "Julia"
Teatro do Pequeno Gesto pela publicação da revista Folhetim dedicada a Nelson Rodrigues e sua manutenção ao longo de 13 anos




Teatro Oi Casa Grande terá apresentações do sucesso Malala, a menina que queria ir para a escola
Primeira adaptação teatral do livro-reportagem infanto-juvenil da jornalista Adriana Carranca. Vencedora do Prêmio FNLIJ nas categorias Escritora Revelação e Livro Informativo. A obra também é reco...
Vala Comum
Espetáculo teatral do grupo “Impulso Coletivo” inova ao ser montado numa casa no bairro da Tijuca, onde o público é convidado a embarcar numa experiência provocadora
O problemão da Banda Infinita
Espetáculo explora o universo da matemática e é pensado especialmente para crianças de seis a dez anos.
Coleções Líquidas
Fruto de um projeto de pesquisa sobre a formação de gênero na sociedade, a peça Coleções Líquidas reestreia na Casa Rio
PUBLICIDADE
RNT - ANUNCIE AQUI
TRANSAMÉRICA 101,3
Nuvem
Floriano Romano apresenta a instalação 'NUVEM' no Espaço Furnas Cultural abertura 16/8 - visitação de 17/8 a 14/10
Por elas
A violência contra a mulher é o tema da peça POR ELAS, em cartaz de quarta à sábado, no Museu da Justiça - Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ).
Noite da Comédia Improvisada estreia no Teatro Leblon – Sala Marilia Pêra
Peça é dividida estruturalmente em jogos de improvisação teatral comandados pela plateia
Eu sou eu Porque meu Cachorrinho me Conhece
“Eu sou eu Porque meu Cachorrinho me Conhece” faz temporada com entrada franca, em horário alternativo, no Glauce Rocha
PUBLICIDADE
Arandu – Lendas Amazônicas
Arandu – Lendas Amazônicas” estreia temporada no dia 7 de abril no CCBB Rio de Janeiro, aproveitando o mês que se comemora o Dia do Índio
Rolé Carioca 2018
ROLÉ CARIOCA 2018 - Projeto lança agenda 2018 com evento no CRAB no dia 31 de março de 2018
PUBLICIDADE
RNT - ANUNCIE AQUI
TRANSAMÉRICA 101,3
NEWSLETTER e Notificações
Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão conteúdo exclusivo do teatro carioca, descontos e promoções
Nome
E-mail
 
PUBLICIDADE
GOOGLE+
FACEBOOK
PUBLICIDADE
MAIS ACESSADOS