O lado pitoresco do ciúme

 

Não é segredo para ninguém que todo casal passa por algum tipo de problema, isso é fato! Ao longo da vida conjugal, um discordará do outro nem que seja, ao menos, uma vez. O ciúme, muita das vezes, ajuda a complicar esse cotidiano, mas quando deixa de ser algo normal e torna-se doentio a situação tende a piorar gradativamente e surpresas começam a emergir. “Vexame” aborda exatamente isso, escancarando de forma quase surreal o medo da traição. E, sem perder a verossimilhança, nos entrega na bandeja um prato repleto de confusões hilariantes e possíveis verdades sobre a vida amorosa desse casal sufocado por desconfianças e crises absurdas de um noivo completamente fora do seu juízo normal.

 

A história do casal problemático é batida e muitas vezes transformada em comediazinhas de segunda por diversos autores desatentos que se utilizam da fórmula para criar situações bregas e enjoativas.

 

O texto de Wesley Marchiori cairia facilmente nessa mesma emboscada se não fosse por uma única coisa: ele consegue ser extremamente minucioso no desenrolar da trama. O autor praticamente escava cada circunstância em busca da brecha perfeita para transformar em novidade o que já foi mais do que desfrutado. Marchiori abusa do exagero e do lado grotesco do sentimentalismo, mas não se permite, nem por um segundo, que seu enredo se reduza a algo piegas ou sem graça. De forma inteligente, o texto nos transporta para um cotidiano enlouquecido, porém extremamente sincero aos olhos da figura masculina.

 

Inês Peixoto nos apresenta uma direção firme e extremamente pontuada, uma herança, talvez, de sua passagem bem sucedida pelo famigerado Grupo Galpão de Minas Gerais. Peca por poucas vezes ao exceder demais, utilizando-se de partes de um mesmo cenário para diferentes situações. Independente disso, consegue construir uma linguagem inovadora e, com poucos recursos, trabalha a boemia como suporte principal para a luta de um homem que tenta a todo custo provar que está sempre certo, mesmo diante de suas explícitas loucuras.

 

Os atores Amaury Reis e Luciana Bahia estão extremamente afinados. Conseguem segurar durante todo tempo o humor que é necessário para dar vida ao texto. Luciana se equilibra com sutileza entre a sensibilidade de uma mulher doce e a energia de alguém que está preste a explodir. Já Amaury se transforma em cena na pele do companheiro neurótico, completamente desconfiado, que vasculha desde o celular até faturas de cartão de crédito na tentativa de descobrir um ato de infidelidade. A composição de seu personagem é tão bem elaborada que, mesmo odiando suas atitudes, conseguimos perdoá-lo com facilidade.

 

O cenário e o figurino de Kalluh Araújo são retratados de forma básica, através de roupas do dia a dia e antigas mesas espalhadas pelo o palco. As mesas criam sensações de diferentes tipos de locações e cumpre seu papel no espetáculo que não exige muito mais do que isso.

 

A iluminação de Telma Fernandes chega a ser interessante, mas só consegue ganhar vida em colaboração com a maravilhosa trilha sonora criada por Eduardo Moreira. As duas alinham com arrepio as expressões de cada um dos dois personagens, nos remetendo à vida do boêmio, do sofredor, do amargurado na mesa de um bar preparado para contar sua triste historia para o primeiro que aparecer, que nesse caso é o próprio espectador.

 

Embora o título seja propício para as atitudes do personagem, a peça passa longe de ser um vexame. Ao invés disso causa um impacto notável e deixa uma mensagem importante para a sociedade sobre esse problema que é tão comum na vida de todos hoje em dia.

 

Peça: Vexame
Crítica por: DS. Gravelli

 

* Independente das críticas profissionais, sugerimos que assista aos espetáculos e faça suas próprias críticas.
* Acesse a e veja também a opinião do público geral nos comentários.

 

 

 

Quem casa quer casa ou quer sexo?
Essa e muitas outras perguntas são respondidas por Carlos Simões e Drika Matos na peça "Os homens querem casar e as mulheres querem sexo", ou pelo menos eles tenta...
3 Vezes Clara
O Rio no Teatro foi conferir o espetáculo teatral "Deixa Clarear" e o que pudemos constatar é que se trata de um excelente musical na qual a imortal Clara Nunes é ...
Utopia, até onde é bom?
Imaginem um país onde existam poucas leis, e que essas leis sejam simples, básicas e de fácil compreensão. Imaginou? Então, a peça Utopia D - 500 anos d...
A Celebração do Homem
A celebração do homem   Tem toda a razão aquele que diz que “A descoberta das Américas” é um dos melhores espetáculos ...
PUBLICIDADE
RNT - ANUNCIE AQUI
TRANSAMÉRICA 101,3
Pescadores de Almas: Arte da Alma
Pescadores de Almas é inspirado na biografia da médium Walkiria Kaminski. O monólogo relata o contato mediúnico e a experiência do suic&iacut...
YANK | Hugo Bonemer interpreta um correspondente de guerra em musical que trata da homoafetividade na 2ª Guerra Mundial.
Depois de interpretar o personagem Augusto, na primeira fase da novela “A Lei do Amor”, da Rede Globo, Hugo Bonemer está nos preparativos finais para viver o personagem Stu, u...
Clássico Romeu e Julieta de volta à programação teatral carioca em ótima montagem
“um nome para romeu e julieta” é a versão adaptada e dirigida por Dani Lossant para o original de William Shakespeare. A montagem, que tem Andrêas Gatto, Daniel C...
Para ver muitas vezes e aplaudir sempre!
“Estamira – Beira do Mundo”, que foi a sensação do teatro carioca entre 2011 e 2012, está de novo em cartaz para a beleza da programação da c...
PUBLICIDADE
Não Vamos Pagar - Comédia imperdível!
Comédia imperdível! “Não vamos pagar” é uma deliciosa comédia que está em cartaz no Teatro do Sesi, no centro do Rio, até 14 ...
O detalhe que constrói o sucesso
Se o teatro pudesse ser comparado a uma casa, o lugar onde Guilherme Leme e Jô Bilac moram seriam aquelas casas cheias de bibelôs e toalhas de crochet, pratos pendurados na parede, p...
PUBLICIDADE
RNT - ANUNCIE AQUI
TRANSAMÉRICA 101,3
NEWSLETTER e Notificações
Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão conteúdo exclusivo do teatro carioca, descontos e promoções
Nome
E-mail
 
PUBLICIDADE
GOOGLE+
FACEBOOK
PUBLICIDADE