CRÍTICA | Cazuza - Pro dia nascer feliz - O Musical

Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz, O Musical

 

Emílio Dantas brilha e comove o público

 

Em pouco tempo a plateia preencheu cada um dos lugares do Theatro Net Rio, o espetáculo que tem esgotado bilheterias tem poucas semanas em cartaz, promete ter vida longa. “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, O Musical” é uma grata surpresa que exalta a qualidade do teatro musical brasileiro.

 

Emilio Dantas brilha, comove, nos faz rir e ganha a plateia desde sua primeira entrada de cena. Um ator como poucos, dono de um carisma contagiante e de um trabalho fenomenal. Assustador o trabalho vocal, de corpo, de gestos e o cuidado que Dantas tem com a construção de seu “Cazuza”. Um desafio proposto, um público que comovido canta junto as belezas da poesia e da vida de um ídolo.

 

A cenografia de Nello Marrese favorece a direção de João Fonseca que atua com todos os planos, passeia pelo espaço e constrói novos universos a cada segundo. Tudo é prático e usual. Nada está ali por acaso. E o show está no palco, não no sobe e desce de cenários monstruosos. A poesia está presente no cenário, ali, tatuadas em cada parte, fica diante de nossos olhos e nos pés daqueles que contam e cantam trechos da vida do personagem título.

 

O texto de Aloisio de Abreu garante agilidade no decorrer da peça que é dividida em dois atos. Segundo o release recebido por nosso site Aloisio de Abreu construiu o texto a partir de conversas com pessoas próximas a Cazuza e fez uma ampla pesquisa para a criação da estrutura dramática do espetáculo. Isso pode ser conferido em cena, na delicadeza e na linguagem que representa uma geração. Sem se transformar em um roteiro de show (como tem acontecido em muitos ditos musicais cariocas), o espetáculo apresenta fases importantes da vida do cantor, usando as canções como fio condutor.

 

É preciso ressaltar o trabalho de Carol Lobato, a figurinista se destaca com a pesquisa na vida do cantor e na época. Seu trabalho pode ser visto durante a evolução de cada uma das cenas.

 

O design de luz é assinado por Daniela Sanches e Paulo Nenem. O trabalho valoriza a performance dos atores e da direção.

 

No elenco temos: Emílio Dantas (Cazuza), Susana Ribeiro (Lucinha Araújo), Marcelo Várzea (João Araújo), André Dias (Ezequiel Neves), Fabiano Medeiros (Ney Matogrosso), Yasmin Gomlevsky (Bebel Gilberto), Thiago Machado (Frejat), Bruno Fraga (Maurício Barros), Bruno Narchi (Serginho), Bruno Sigrist (Guto Goffi), Saulo Segreto, (Dé Palmeira), Dezo Mota (Caetano Veloso), Juliane Bodini (Swing feminino), Oscar Fabião (Swing masculino), Osmar Silveira (sub Cazuza e Swing masculino) e Sheila Matos (sub Lucinha e Swing feminino). 

 

Apesar da brilhante interpretação de Emílio Dantas, o restante do elenco não acompanha o ator. Ressalva para André Dias que vive Ezequiel Neves. Uma ótima parceria que proporciona momentos hilários. O ator sabe o tom e a medida exata para cada cena.

 

Que “Cazuza – Pro dia Nascer Feliz, O Musical” tenha vida longa!

 

Alessandro Moura - Jornalista

 

* Independente das críticas profissionais, sugerimos que assista aos espetáculos e faça suas próprias críticas.
* Acesse a página do espetáculo e veja também a opinião do público geral nos comentários.

 

Quem casa quer casa ou quer sexo?
Essa e muitas outras perguntas são respondidas por Carlos Simões e Drika Matos na peça "Os homens querem casar e as mulheres querem sexo", ou pelo menos eles tenta...
3 Vezes Clara
O Rio no Teatro foi conferir o espetáculo teatral "Deixa Clarear" e o que pudemos constatar é que se trata de um excelente musical na qual a imortal Clara Nunes é ...
Utopia, até onde é bom?
Imaginem um país onde existam poucas leis, e que essas leis sejam simples, básicas e de fácil compreensão. Imaginou? Então, a peça Utopia D - 500 anos d...
A Celebração do Homem
A celebração do homem   Tem toda a razão aquele que diz que “A descoberta das Américas” é um dos melhores espetáculos ...
PUBLICIDADE
TRANSAMÉRICA 101,3
RNT - ANUNCIE AQUI
Pescadores de Almas: Arte da Alma
Pescadores de Almas é inspirado na biografia da médium Walkiria Kaminski. O monólogo relata o contato mediúnico e a experiência do suic&iacut...
YANK | Hugo Bonemer interpreta um correspondente de guerra em musical que trata da homoafetividade na 2ª Guerra Mundial.
Depois de interpretar o personagem Augusto, na primeira fase da novela “A Lei do Amor”, da Rede Globo, Hugo Bonemer está nos preparativos finais para viver o personagem Stu, u...
Clássico Romeu e Julieta de volta à programação teatral carioca em ótima montagem
“um nome para romeu e julieta” é a versão adaptada e dirigida por Dani Lossant para o original de William Shakespeare. A montagem, que tem Andrêas Gatto, Daniel C...
Para ver muitas vezes e aplaudir sempre!
“Estamira – Beira do Mundo”, que foi a sensação do teatro carioca entre 2011 e 2012, está de novo em cartaz para a beleza da programação da c...
PUBLICIDADE
Não Vamos Pagar - Comédia imperdível!
Comédia imperdível! “Não vamos pagar” é uma deliciosa comédia que está em cartaz no Teatro do Sesi, no centro do Rio, até 14 ...
O detalhe que constrói o sucesso
Se o teatro pudesse ser comparado a uma casa, o lugar onde Guilherme Leme e Jô Bilac moram seriam aquelas casas cheias de bibelôs e toalhas de crochet, pratos pendurados na parede, p...
PUBLICIDADE
TRANSAMÉRICA 101,3
RNT - ANUNCIE AQUI
NEWSLETTER e Notificações
Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão conteúdo exclusivo do teatro carioca, descontos e promoções
Nome
E-mail
 
PUBLICIDADE
GOOGLE+
FACEBOOK
PUBLICIDADE