Minha - SEM INFORMAÇÕES


Sinopse:

Com direção de Fátima Leite e supervisão de Amir Haddad, o ator Osvan Costa estreará no dia 09 de junho, o monólogo inédito Minha, de Wilson Sayão. Uma história profunda e arrebatadora, que reflete temas do cotidiano e que muitas vezes não são falados, discutidos ou expurgados. Um texto que ratifica a importância do companheirismo e do amor, mas que também transita pelas zonas mais desconfortáveis, como solidão, abandono, inadequação social, preconceitos, casamento e iminência da morte.
 
Escrito no final da década de 90 pelo premiado dramaturgo Wilson Sayão (vencedor dos prêmios Shell e Mambembe), o texto é ambientado num quarto de hospital e pontuado com canções emblemáticas, dentre elas "Minha" de Francis Hime e Ruy Guerra, que dá título à peça. Esta obra fora apresentada ao grupo “Tá na Rua” durante uma oficina de leitura - a "Studio A" - conduzida pelo diretor Amir Haddad, em 2016. No ano seguinte, Amir encorajou o ator e realizador Osvan Costa, integrante do grupo, a montar o espetáculo, além de incentivar a atriz e diretora Fátima Leite a dirigi-lo sob sua supervisão. Wilson Sayão, um dos mais importantes autores da cena brasileira, não tinha um texto montado há 15 anos.
 
“Minha”, na minha opinião, é uma das melhores peças escritas pelo Wilson Sayão. Wilson Sayão, na minha opinião, autor de “Minha”, é o autor das melhores peças brasileiras contemporâneas. Assim, tenho dado o maior apoio (...) para levarem à diante a empreitada de tornarem público, esse valor tão determinante da dramaturgia brasileira. Estamos pobres de autor, pobres de idéias, pobres de teatro. É um momento bom para fazer “Minha”., diz Amir.
 
Um homem casado, pai de dois filhos, funcionário público, divide seu tempo entre o trabalho, casa e compromissos sociais com as visitas diárias à sua esposa, que se encontra em coma num leito de hospital devido a uma cirurgia má sucedida. Numa destas visitas, este marido revela-se, como talvez nunca houvesse feito. Apresenta-se assim sem máscaras e sem qualquer disfarce social que até ali havia conduzido a sua vida, travando um “diálogo” com esta mulher, amor de sua vida, que, no entanto, não ouve, não fala, não vê e não sente. A narrativa segue numa alternância de sentimentos, como uma montanha russa, oscilando entre o drama e o humor.
 
Osvan Costa dá voz e corpo a esta personagem, amparado por uma equipe coesa onde destacam-se a iluminação de Aurélio de Simone, cenário de Fernando Mello da Costa, coreografia de Toni Rodrigues, preparação vocal de Jaqueline Priston e produção de Rafael Fleury.
O espetáculo tem estreia para público no dia 9 de junho (sábado) e a temporada seguirá até 8 de julho, de quarta a domingo, às 19h, no Teatro Dulcina. A capacidade do espetáculo será de 80 pessoas distribuídas num ambiente intimista criado excepcionalmente para o monólogo.
 
Ficha Técnica:
Texto WILSON SAYÃO
Direção FÁTIMA LEITE
Supervisão artística AMIR HADDAD
Elenco OSVAN COSTA
Iluminação AURÉLIO DE SIMONI
Cenografia FERNANDO MELLO DA COSTA
Figurinos LILIAM BUTINI
Coreógrafo TONI RODRIGUES
Preparação vocal JACQUELINE PRISTON
Direção de produção RAFAEL FLEURY
Coordenação de projeto OSVAN COSTA
Operação de luz CRIS FERREIRA
Operação de som RAFAEL FLEURY
Iluminador assistente GUIGA ENSA
Programação visual WELLINGTON SOUZA
Ilustração GILBERTO NASCIMENTO NETO
Fotografia still SERGINHO CARVALHO
Consultoria, pesquisa e colaboração musical ALESSANDRO PERSAN
Assessoria de imprensa LU NABUCO ASSESSORIA EM COMUNICAÇÃO
Realização RIQUIXÁ INVENÇÕES ARTÍSTICAS



Duração: 60 minutos


Temporada:
Sem Informações!


Contato:
(21) 4042-6662 (Rio no Teatro)


Classificação:
14 anos


Genero:
Drama




PUBLICIDADE
TRANSAMÉRICA 101,3
RNT - ANUNCIE AQUI
NEWSLETTER e Notificações
Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão conteúdo exclusivo do teatro carioca, descontos e promoções
Nome
E-mail
 
PUBLICIDADE
GOOGLE+
FACEBOOK
PUBLICIDADE