Gatão de Meia Idade, a peça - SEM INFORMAÇÕES


Sinopse:

O Gatão (Oscar Magrini) é esse homem que tem de lidar com os dilemas masculinos, com a crise da meia idade, sempre em busca de um novo relacionamento e que se depara com as oito hilariantes mulheres (interpretadas por Leona Cavalli), todas completamente diferentes e repletas de humor em nosso espetáculo. O elenco conta ainda com um boneco ventríloquo que funciona como uma espécie de consciência do Gatão.
 
 A comédia teatral, que sai das tradicionais tirinhas do Jornal e pela primeira vez no teatro, é inspirada no livro “Cama de gato, Histórias de Cama do Gatão de Meia Idade”, de autoria de Miguel Paiva e aqui adaptada para os palcos por seu próprio criador. Lançado pela Editora Globo, retrata de maneira precisa e bem-humorada o quarentão urbano que sabe rir do seu próprio destino e da sua própria imagem. O livro já teve uma versão de sucesso para os cinemas em 2006, com Alexandre Borges como protagonista e agora ganha versão inédita para o teatro.
 
O personagem “Gatão”, interpretado pelo ator Oscar Magrini, é um homem na faixa dos 50 anos, solteiro, crítico de sua condição, mas que não quer envelhecer sozinho e sabe que, se não se esforçar para isso, vai acabar assim. Além disso, ele é bastante antenado, mas sua antena está, muitas vezes, direcionada para o satélite errado e ele sofre com isso. 
 
A atriz Leona Cavalli interpreta oito hilariantes personagens femininos, todos completamente diferentes e repletos de humor, que dão bossa aos relacionamentos amorosos vividos ao longo da história pelo “Gatão”. Além disso, um show à parte pode ser conferido às frenéticas e muito rápidas trocas de figurino e composição, essas criadas pelo premiado visagista Anderson Bueno, que duram segundos de uma personagem à outra;
 
O elenco conta ainda com o ator ventríloquo, Yakko Sideratos, considerado o melhor do país no gênero, que manipula um boneco (ventríloquo) que, na história, é uma espécie de “consciência” do “Gatão”. O boneco inflama e apimenta ainda mais o humor presente no espetáculo!
 
“Gatão de Meia Idade, a peça” mostra detalhes, aflições e anseios da vida de um homem na faixa dos 50 anos que não sabe viver sozinho e tenta, de todas as maneiras, conseguir uma companheira. A peça trata do encontro e busca da mulher ideal, os oito personagens interpretados por Leona Cavalli. Como uma boa comédia, a mensagem principal da peça é: divirta-se e dê boas risadas. E, claro, se você for um homem acima dos 50 anos, cuidado, pois você pode se identificar em muitas situações”, comenta Miguel Paiva, autor da peça e conhecido cartunista brasileiro. 
 
O diretor da comédia, Eduardo Figueiredo, faz sua terceira adaptação do universo dos quadrinhos para os palcos. Sua primeira experiência foi com a peça “Mulheres Alteradas”, da obra da cartunista argentina Maitena sucesso de público e crítica, rendeu turnê por todo o país durante quatro anos e grandes nomes no elenco como: Luiza Tomé, Adriane Galisteu e Mel Lisboa. Em 2018 terá versão para o cinema. E posteriormente, outro livro em quadrinhos adaptado também para os palcos em nova parceria com Maitena, “Superadas”, esse com versão de Miguel Paiva. 
 
“Após minha experiência com duas obras femininas, eu e o Miguel nos unimos para abordar o masculino. Assim, o ‘Gatão de meia idade, a peça’ é minha terceira adaptação dos quadrinhos para o teatro e acho que essa ideia de migrar do impresso para o palco, tem uma linguagem interessante e um humor incrível, além de um apelo lúdico muito bacana. Vale a pena assistir o ‘Gatão’ pela interpretação do Oscar Magrini e o virtuosismo de Leona Cavalli onde interpreta 08 diferentes personagens, garantimos boas risadas”, comentou o diretor.
 
Sobre Miguel Paiva 
Miguel Paiva é um cartunista, diretor de arte, escritor, autor de teatro, ilustrador, publicitário, roteirista e comentarista e jornalista brasileiro. Começou a escrever aos dezesseis anos, para o Jornal dos Sports. Trabalhou no seminal jornal de humor carioca O Pasquim. Publicou inúmeros livros, tanto no Brasil quanto no exterior, como As memórias de Casanova e livros de História do Brasil. Escreveu musicais em parceria com Zé Rodrix e fez vários cenários e figurinos para o teatro. 
Publicou cinco livros em parceria com Luís Fernando Veríssimo, sobre as aventuras do detetive Ed Mort; com a personagem Radical Chic, publicou Radical Chic (vol. I e II), Almanaque da Radical Chic e o Livro de pensamentos da Radical Chic; com o personagem Gatão de Meia Idade publicou os livros Gatão de Meia- Idade (vol. I e II), e Cama de gato (Histórias de cama do Gatão de Meia-Idade).  É o autor também de SUPERADAS, outro sucesso com também direção de Eduardo Figueiredo, espetáculo inspirado na obra de Maitena, que tem tudo haver com seu universo dos quadrinhos de Radical Chic.
 
*exceto carnaval, 09, 10 e 11 de Fevereiro
 
Ficha Técnica:
Texto: Miguel Paiva 
Direção: Eduardo Figueiredo 
Direção de Arte: Márcio Vinicius e Sofia Quevedo 
Direção Musical: Guga Stroeter e Matias Capovilla
Visagismo: Anderson Bueno 
Lightdesigner: Guilherme Bonfanti 
Preparação do Elenco: Daniela Biancardi 
Preparação Chicote: Fábio Cadôr
Coreografia: Janaína Marlene
Assistente de Direção: Alex Bartelli
Fotos: Gabriel Wickbold 
Programação Visual: Vitor Vieira e Amanda Coelho 
Assessoria de Imprensa: Julyana Caldas 
Produção Executiva: Maria Pia Calixto 
Diretor de Produção: Maurício Machado 
Leis de incentivo: Renata Vieira
Financeiro: Thaiss Vasconcelos
Administração: Paulo Paixão
Realização e Produção: manhas & manias – projetos culturais



Duração: 60 minutos


Temporada:
Sem Informações!


Contato:
(21) 4042-6662 (Rio no Teatro)


Classificação:
16 anos


Genero:
Comédia




PUBLICIDADE
RÁDIO 94 FM RIO
TRANSAMÉRICA 101,3
RNT - ANUNCIE AQUI
NEWSLETTER e Notificações
Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão conteúdo exclusivo do teatro carioca, descontos e promoções
Nome
E-mail
 
PUBLICIDADE
GOOGLE+
FACEBOOK
PUBLICIDADE